Tom Jobim – Compositor

Foto de Tom Jobim, compositor brasileiro de mpb
Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim
*
Rio de Janeiro, RJ – 25 de Janeiro de 1927 d.C
+
Nova Iorque, USA – 08 de Dezembro de 1994 d.C

Compositor, maestro, pianista, cantor, arranjador e violonista brasileiro.

É considerado um dos maiores expoentes da música brasileira e um dos criadores do movimento da Bossa Nova. Tom Jobim é um dos nomes que melhor representa a música brasileira na segunda metade do século XX e é praticamente uma unanimidade entre críticos e público em termos de qualidade e sofisticação musical.

Nasceu no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro, mudando-se logo com a família para Ipanema. A ausência do pai durante a infância e adolescência lhe impôs um contido ressentimento, desenvolvendo no maestro uma profunda relação com a tristeza e o romantismo melódico, transferido peculiarmente para as construções harmônicas e melódicas. Aprendeu a tocar violão e piano tendo aulas, entre outros, com o professor alemão Hans-Joachim Koellreutter, introdutor da técnica dodecafônica no Brasil.

Clique na imagem para ampliar

No dia 15 de outubro de 1949, Antônio Carlos Jobim casou-se com Thereza Otero Hermanny, com quem teve dois filhos, Paulo (n. 1950) e Elizabeth (1957).

Em 30 de abril de 1986, ele casou-se com a fotógrafa e vocalista da extinta Banda Nova Ana Beatriz Lontra, que tinha a mesma idade de sua filha Elizabeth. Tom e sua segunda esposa tiveram dois filhos juntos, João Francisco (1979) e Maria Luiza (1987).

Pensou em trabalhar como arquiteto e chegou a se empregar em um escritório, mas logo desistiu e resolveu ser pianista. Tocava em bares e boates em Copacabana, como no Beco das Garrafas no início dos anos 50, até que em 1952 foi contratado como arranjador pela gravadora Continental. Além dos arranjos, também tinha a função de transcrever para a pauta as melodias de compositores que não dominavam a escrita musical. Datam dessa época as primeiras composições.

A primeira canção gravada, Incerteza (com Newton Mendonça), na voz de Mauricy Moura. Tereza da Praia, parceria com Billy Blanco, gravada por Lúcio Alves e Dick Farney pela Continental (1954), foi o primeiro sucesso. Depois disso participou de gravações e compôs com Billy Blanco a Sinfonia do Rio de Janeiro, além de outras parcerias com a cantora e compositora Dolores Duran (Se é por Falta de Adeus, Por Causa de Você).

Tom Jobim - Foto de capas de LP 02

Clique na imagem para ampliar

Em 1956 musicou a peça Orfeu da Conceição com Vinícius de Moraes, que se tornou um de seus parceiros mais constantes. Dessa peça fez bastante sucesso a canção antológica Se Todos Fossem Iguais a Você, gravada diversas vezes. Tom Jobim fez parte do núcleo embrionário da bossa nova. O LP Canção do Amor Demais (1958), em parceria com Vinícius, e interpretaçãoes de Elizeth Cardoso, foi acompanhado pelo violão de um baiano até então desconhecido, João Gilberto. A orquestração é considerada um marco inaugural da bossa nova, pela originalidade das melodias e harmonias. Inclui, entre outras, Canção do Amor Demais, Chega de Saudade e Eu Não Existo sem Você.

A consolidação da bossa nova como estilo musical veio logo em seguida com o 78 rotações Chega de Saudade, interpretado por João Gilberto, lançado em 1959, com arranjos e direção musical de Tom, selou os rumos que a música popular brasileira tomaria dali para frente. No mesmo ano foi a vez de Sílvia Telles gravar Amor de Gente Moça, um disco com 12 canções de Tom, entre elas Só em Teus Braços, Dindi (com Aloysio de Oliveira) e A Felicidade (com Vinícius).

Tom foi um dos destaques do Festival de Bossa Nova do Carnegie Hall, em Nova York em 1962. No ano seguinte compôs, com Vinícius, um dos maiores sucessos e possivelmente a canção brasileira mais executada no exterior: Garota de Ipanema. Nos anos de 1962 e 1963 a quantidade de “clássicos” produzidos por Tom é impressionante: Samba do Avião, Só Danço Samba (com Vinícius), Ela é Carioca (com Vinícius), O Morro Não Tem Vez, Inútil Paisagem (com Aloysio), Vivo Sonhando. Nos Estados Unidos gravou discos (o primeiro individual foi The Composer of ‘Desafinado’ Plays, de 1965), participou de espetáculos e fundou sua própria editora, a Corcovado Music.

O sucesso fora do Brasil o fez voltar aos EUA em 1967 para gravar com um dos grandes mitos americanos, Frank Sinatra. O disco Francis Albert Sinatra e Antônio Carlos Jobim, com arranjos de Claus Ogerman, incluiu versões em inglês das canções de Tom (The Girl From Ipanema, How Insensitive, Dindi, Quiet Night of Quiet Stars) e composições americanas, como I Concentrate On You, de Cole Porter. No fim dos anos 60, depois de lançar o disco Wave (com a faixa-título, Triste, Lamento entre outras instrumentais), participou de festivais no Brasil, conquistando o primeiro lugar no III Festival Internacional da Canção (Rede Globo), com Sabiá, parceria com Chico Buarque, interpretado por Cynara e Cybele, do Quarteto em Cy. Sabiá conquistou o júri, mas não o público, que vaiou ostensivamente a interpretação diante dos constrangidos compositores.

Tom Jobim - Foto de capas de LP 03

Clique na imagem para ampliar

Aprofundando seus estudos musicais, adquirindo influências de compositores eruditos, principalmente Villa-Lobos e Debussy, Tom Jobim prosseguiu gravando e compondo músicas vocais e instrumentais de rara inspiração, juntando harmonias do jazz (Stone Flower) e elementos tipicamente brasileiros, fruto de suas pesquisas sobre a cultura brasileira. É o caso de “Matita Perê” e “Urubu”, lançados na década de 70, que marcam a aliança entre a sofisticação harmônica de Tom e sua qualidade de letrista. São desses dois discos Águas de Março, Ana Luiza, Lígia, Correnteza, O Boto, Ângela. Também nessa época grava discos com outros artistas, casos de Elis e Tom, com Elis Regina, Miúcha e Tom Jobim e Edu e Tom. Passarim, de 1987, é a obra de um compositor já consagrado, que pode desenvolver seu trabalho sem qualquer receio, acompanhado por uma banda grande, a Nova Banda. Além da faixa-título, Gabriela, Luiza, Chansong, Borzeguim e Anos Dourados (com Chico Buarque) são os destaques.

Valendo-se ainda do filão engajado da pós-ditadura, cantou, ainda que com uma participação individual diminuta, no coro da versão brasileira de We are the world, o hit americano que juntou vozes e levantou fundos para a África ou USA for Africa. O projeto Nordeste Já (1985) abraçou a causa da seca nordestina, unindo 155 vozes num compacto, de criação coletiva, com as canções Chega de mágoa e Seca d´água. Elogiado pela competência das interpretações individuais, foi no entanto criticado pela incapacidade de harmonizar as vozes e o enquadramento de cada uma delas no coro.

Tom Jobim - Foto de capas de LP 04

Clique na imagem para ampliar

É difícil escolher os mais significativos entre os mais de 50 discos de que participou, como intérprete ou arranjador. Todos eles têm algo de inovador, de diferente e especial. Seu último CD, Antônio Brasileiro, foi lançado em 1994, pouco antes da sua morte, em dezembro, nos EUA.

Biografias foram lançadas, entre elas Antônio Carlos Jobim, um Homem Iluminado, de sua irmã Helena Jobim, Antônio Carlos Jobim – Uma Biografia, de Sérgio Cabral, e Tons sobre Tom, de Márcia Cezimbra, Tárik de Souza e Tessy Callado.

Inexplicavelmente, a genialidade de Tom Jobim continua sempre mais reconhecida nos palcos internacionais que entre os brasileiros, que estão em melhores condições de apreciar a beleza de suas canções, por exemplo no que se refere à concatenação melodia e letra. Como traduzir “Caingá candeia, é o Matita Pereira(…)” “Passarinho na mão, pedra de atiradeira(…)” da canção “Águas de Março”?

Tom Jobim - Foto de capas de LP 06

Clique na imagem para ampliar

Águas de Março – Tom Jobim e Elis Regina

O Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro foi renomeado Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão – Antônio Carlos Jobim ‘, só por pressão junto ao Congresso Nacional de uma comissão de notáveis, formada por Chico Buarque, Oscar Niemeyer, João Ubaldo Ribeiro, Antônio Cândido, Antônio Houaiss e Edu Lobo, criada e pessoalmente coordenada pelo crítico Ricardo Cravo Albin.

Tom Jobim - Foto de capas de LP 06

Clique na imagem para ampliar

Composições mais conhecidas

* “Chega de Saudade” (1957), o marco inicial da bossa nova

* “Água de Beber”

* “Desafinado” (1959), vencedora de três prêmios Grammy

* “Samba de Uma Nota Só” (1959)

* “A Felicidade” e “O Nosso Amor”, do filme Orfeu Negro (1959)

* “Insensatez” (com Vinícius de Moraes) (1960)

* “Garota de Ipanema” (com Vinícius de Moraes) (1963)

* “Fotografia” (1965)

* “Triste” (1967)

* “Wave” (1967)

* “Águas de Março” (1970)

* “Luísa”

* “Corcovado”

* “Dindi”

* “Retrato em Branco e Preto” (com Chico Buarque)

* “Samba do Avião”

* “Anos Dourados”

* “Eu te Amo”

* “Meditação”

* “Só Tinha de Ser com Você” (1974)

* “Sabiá”

* “Eu sei que vou te amar”

* “Falando de amor”

* “Ela é carioca”

Discografia

* Sinfonia do Rio de Janeiro – 1954

* Tom Jobim e Billy Blanco – 1960

* Brasília e Sinfonia da Alvorada – 1961

* Antônio Carlos Jobim – 1963

* Caymmi visita Tom – 1964

* Antônio Carlos Jobim com Nelson Riddle e sua Orquestra – 1964

* Getz/Gilberto featuring A. C. Jobim – 1964

* A Certain Mr. Jobim – 1965

* Love Strings & Jobim (Tom Jobim Apresenta) – 1966

* Wave – 1967

* Francis Albert Sinatra & Antônio Carlos Jobim – 1967

* Compacto Duplo – 1968

* Tide – 1970

* Stone Flower – 1970

* Sinatra & Company.s – 1971

* Disco de Bolso – O Tom de Tom Jobim e o tal de João Bosco – 1972

* Matita Pere/Jobim – 1973

* Elis & Tom (com Elis Regina)- 1974

* Urubu – 1976

* Compacto Duplo – 1977

* Miúcha & Antônio Carlos Jobim – 1977

* Tom, Vinícius, Toquinho, Miúcha, gravado ao vivo no Canecão – 1977

* Miúcha e Tom Jobim – 1979

* Sinatra-Jobim Sessions – 1979

* Terra Brasilis I & II – 1980

* Edu & Tom / Tom & Edu – 1981

* Gabriela, Trilha do Filme – 1983

* O Tempo e o Vento – 1985

* Para Viver um Grande Amor, Trilha do Filme – 1985

* Rio Revisited (com Gal Costa) – 1987

* Passarim – 1987

* Tom Jobim (inédito) – 1987

* No Tom da Mangueira – 1991

* Antônio Brasileiro – 1994

* Antônio Carlos Jobim and Friends – 1996

* Antônio Carlos Jobim em Minas ao vivo: Piano e Voz – 2004

Bibliografia

* Helena Jobim: Antônio Carlos Jobim, um Homem Iluminado, Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1996.

* Luis Carlos Lisboa: A vida de Tom Jobim, Rio de Janeiro: Rio Cultura/Faculdades Integradas Estácio de Sá, 1983.

* Sérgio Cabral: Antônio Carlos Jobim – Uma Biografia, Rio de Janeiro: Lumiar, 1997.

* Márcia Cezimbra, Tárik de Souza e Tessy Callado: Tons sobre Tom.

Marcado com: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Publicado em Compositores
44 comentários sobre “Tom Jobim – Compositor
  1. amanda disse:

    esta pagina e outras estao precisando ser mais preenchidaos para as pessoas fazerem pesquisas mas ate que essa pagina e outras duas sao as melhores para pesquisar.

  2. julia disse:

    amei essa pagina, amei!

  3. Paulo Silva dos Santos disse:

    Gostei muito dessa fonte de pesquisa, espero que outras pessoas gostem.

  4. Graziela disse:

    nossa amei essa historia e de tanto gosta estou fazendu um trabalho sobre esse idolo da musica

  5. wesley disse:

    Oi tom jobim nos estamos pesquisando sobre voce,talves eu vou visitar.

  6. joyce disse:

    adorei essa pagina para pesquisar e ver como foi a historia de nosso grandioso Tom Jombim………..

  7. Isabella Matos disse:

    Nossa amei essa pagina,pois eu acho que o cantaor e compositor Tom Jobim. Representa muito bem a musica Brasileira.

  8. fabio tosi disse:

    SE O BRASIL OUVISSE TOM JOBIM NÃO TERIA TANTA VIOLÊNCIA!
    PQ AS CRIANÇAS NÃO TÊM OPORTUNIDADE DE OUVIR TOM JOBIM , MAESTRO SOBERANO ??

  9. gisellý ^♥^ disse:

    NUSS eu amei essa pág.
    estamos fazendo um trabalho sobre tom jobim na escola muito xiiiiiiiq pena ki nós ñ tivemos tempo de conhecer ele enquanto vivo ♥

  10. ingrid disse:

    adorei conhecer mais sobre tom jobim e ficou muito bom o saite….

  11. welton disse:

    as musicas dele e muito sinistra

  12. mariane disse:

    adorei esse site e muito legal ate porque fã que é fã tem que estar por dentro…

  13. wendel disse:

    carambaaa tem quase tudo o que eu preciso aq…
    valeu galera valeu mesmo!!!

  14. paulo henrrique nacimento vera disse:

    tom jobim é um maximo!!!!!
    é melhor do mundo
    rsrsrsrs

  15. raquel disse:

    eu nao gosto das musicas do tom jobim mas respeito quem gosta.

  16. Alrasi disse:

    Tom Jobimm

    Meu amigãooo de muitas decadas escuto muito seus cds e tenho varios cds originais q paguei caroo só pq te amuuuuuu

    Sou sua fã n 0 n a 1 a 0

    Bjs

  17. Bianca Maria Costa Gomes disse:

    É LINDO ,AS MÚSICAS AMO DE MAIS …

  18. anna maria disse:

    adorei essa pagina

  19. vitoria disse:

    Tom Jobim um homem para la de espetacular uma pessoa 10 , e inventor de canções maguinificas
    bjãoooo

  20. Oswaldo disse:

    Gostaria de saber em quem Tom Jobim se inspirou para
    compor a linda canção DINDI.
    oswaldo julho 18th, 2010

  21. Osvaldo Alencar disse:

    Queria que quem lembrasse, me dissesse quem foi o crítico musical que não incluiu o Tom na relação de melhores do século, promovido pela Globo. Aliás foi o único entre os 20 críticos que fez isso. E eram 40 os nomes que “concorriam”. O cara esclareceu que o Tom era americanizado. Ou o esse crítico não entende porra nenhuma de música ou é muito complexado, recalcado.

  22. Osvaldo Alencar disse:

    O Ivan Lins até falou no Programa do Jô que o Tom era o maior músico entre TODOS, inclusive os clássicos, porque conhecia composições clássicas não tão belas, como se fossem mais demonstrações de técnica, pouco melodiosas e as composições do Tom, TODAS eram belas. “Desafiou” o Jô a citar pelo menos uma canção do Tom que não fosse bela e perfeita,inclusive as que tem letra e música do saudoso maestro. Se alguém souber, me diga.

  23. Osvaldo Alencar disse:

    Há pessoas, inclusive os músicos franceses, que chamam o excepcional Michel Legrand de Tom francês. Ouvi isso de amigo brasileiro, também músico como eu, que sempre está em tourneé pela França, o baixista de Belém do Pará Minni Paulo.

  24. Mara disse:

    Biografia, vida e Obra de Tom Jobim

  25. lu disse:

    gente adorei essa pagina ai ai ai ui ui

  26. Aliinnee disse:

    Obriigado, essa págiina me ajudou a fazer o trabalho de artes: “A viida e obra de um compositor brasileiiro”
    Inté maiis…
    Vlw

  27. joice ribeiro disse:

    adorei essa pagina fiz o trabalho de artes rapidinho

  28. Gabriel marinho dias disse:

    Gostei muito da História dele, eu vou fazer o meu trabalho sobre ele e gostei muito.

  29. adorei esse site me ajudou muito e vai me ajudacom o trabalho de portugues adorei beijinhos da nanda

  30. Fernando Peltier disse:

    Preciso urgente de uma música que não sei o nome, mas a letra dela na canção começa assim: de você eu gosto, com você eu fico, toda a minha vida. Caetano canta exatamente esse trecho na gravação de “Eu Sei Que Vou Te Amar”, onde ele mistura esse pedacinho dessa música com Dindi. Por favor, quem puder me ajudar, eu ficarei grato e reconhecido. Abraços gerais.

  31. fernandads disse:

    eu adorei essa pagina mais poderia ter mas coisas

  32. las disse:

    como vc ficou famoso?

  33. ryan disse:

    cara respeitoa a todos mas expliquem me
    o q tenho q fazer
    pra fcar famozo como ele ◘♪☺®-

  34. Gleide disse:

    Ton e o ton, nunca outro ingal a mei site

  35. Gleide disse:

    falou en bosa nova ton jubin sem comparação

  36. rogerio felismino guimarães disse:

    Sou nascido e criado na cidade de Miracema – RJ e tenho uma curiosidade em saber quem são os
    pais da Ana Beatriz Lontra mulher do Tom,o motivo da curiosiadade é que em Miracema tem
    uma familia com sobrenome Lontra e tinha um Senhor de nome Alvaro Lontra,gostaria de saber da Sra Ana Lontra se a mesma tem parentes na cidade de Miracema e se o Alvaro Lontra possui algum parentesco com ela .
    Abraços Rogério

  37. livia disse:

    eu adorei a pesquisa e vou entregar esse trabalho na minha esco
    la

  38. gabriel disse:

    é mt legal mesmo eu tirei 10 na pesquisa 0.0 vlw!!!!!

  39. welita disse:

    adorei esse site

  40. mirelle disse:

    Eu ñ gostei pois ñ encontrei o que queria

  41. erick disse:

    obrigado esse site mi ajudou a fazer um trabalho de musica gostei muito da pajina eu acho nao eu temho serteza que tom jobim carlos de almeda era uns os melhores compositores valeu tom jobiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiimmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmeeeeeeeeeee!

  42. ilita disse:

    ola!
    ha dados errados na biografia. as esposas estão trocadas.

  43. Isadora disse:

    Olá!♥

    Amei essa página e queria que mais pessoas podessem ver como foi a vida e a obra de Tom Jobim,um dos maiores compositores da história da música brasileira.Admiro muito você Tom!!!!♥

  44. isabela disse:

    Ola, gostaria de saber a historia da musica de Tom Jobim – Isabella :D Alguem pode me ajudar? obrigada

1 Pings/Trackbacks para "Tom Jobim – Compositor"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>