Carlos Ayres Britto – Jurista e Poeta

Foto de Carlos Ayres Britto, Ministro do STF e poeta
Carlos Ayres Brito
* Aracaju, SE. – 18 de Novembro 1942 d.C

Carlos Ayres Britto é um jurista brasileiro.

Em 2003, foi nomeado pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal.

Autor de diversas obras jurídicas e de poesia, conferencista requisitado, membro da Academia Sergipana de Letras e, desde 2003, ministro do Supremo Tribunal Federal. É conhecido também por enfrentar problemas jurídicos com trocadilhos engenhosos, que revelam a fragilidade de argumentação de teses contrárias.

Eleito presidente do Tribunal Superior Eleitoral, tomou posse no dia 6 de maio de 2008, tendo como vice-presidente o Ministro Joaquim Barbosa.

Publicou em 2001 o seu quarto livro de poesia intitulado “A pele do ar 3″. O livro, uma edição primorosa organizada pela poeta Ilma Fontes (editora do jornal cultural O Capital), com quadros de Adauto Machado e um prefácio do poeta e jornalista Jozailto Lima, vem confirmar o lugar do vate propriaense no panorama das letras sergipanas.

Contando com 176 poemas de formas curtas e versos livres, este exemplar poético traz uma visão multifacetada da lírica de Carlos Ayres de Britto. Temas sociais, reflexões sobre a morte, conceituações do amor e, principalmente, um canto total de amor à vida, são algumas facetas desse poeta que inscreve sua dor e alegria na pele do real tingido pelas cores da poesia.

Na verdade, encontramos em A pele do ar um poeta altamente influenciado pelo sentimento de carpe diem do clássico Anacreonte. Viver a vida em sua plenitude existencial é seu primeiro e último compromisso de homem e de poeta.

Obra Jurídica

* Jurisprudência Administrativa e Judicial em Matéria de Servidor Público (1978, Imprensa Oficial do Estado de Sergipe)

* Interpretação e Aplicabilidade das Normas Constitucionais, em parceria com Celso Ribeiro Bastos (1982, Editora Saraiva);

* O Perfil Constitucional da Licitação (1997, Editora ZNT, Curitiba) *Teoria da Constituição (Editora Forense, Rio de Janeiro, 2003).

Eleito presidente do Tribunal Superior Eleitoral, tomará posse no dia 6 de maio de 2008.

Poesia

* Teletempo (Ed. do autor, 1980)

* Um lugar chamado luz (Ed. do autor, 1984);

* Uma quarta de farinha (Editora ZNT, Curitiba, 1998);

* A pele do ar (Gráfica e Editora J. Andrade, Aracaju, 2001)

* Varal de borboletras (Gráfica e Editora J. Andrade, Aracaju, 2003).

Namore bem com a vida.
Deixe que ela seduza você.
Permita-se ter um caso de amor
Com ela,
Mas não pare por aí:
(…)
Faça tudo isso e prove da vida
Como do néctar das flores
Prova o colibri,
Sem se perguntar se existe outro céu
Fora daqui.
Conselho, p. 54

O capital reduz
Homem do povo a animal,
E quando o homem do povo
Se comporta como animal,
O capital exige contra ele
A pena capital – Pena de morte, 177

A vida se quer objeto de cama e mesa.
(…)
E por isso desfrutemos das coisas
a todo momento,
a cada minuto,
senão a vida se cobre de luto.
Cama e mesa

Aquele que passa fome
Fica tão prisioneiro da sua fome
Que não lhe sobra liberdade
Pra mais nada.
Fome, p. 140

Marcado com: , , , , , , , ,
Publicado em Juristas, Poetas
33 comentários sobre “Carlos Ayres Britto – Jurista e Poeta
  1. ademir buitoni disse:

    Prezado Ministro,juspoeta!

    Ontem estive presente na entrega do troféu Raça Negra,a V.Excia,muito merecido!Infelizmente não consegui cumprimentá-lo pessoalmente.
    Li que o Ministro está escrevendo sobre a importância da emoção no Direito e gostaria de lhe enviar um artigo que escrevi sobre a “Função da Intuição na Mediação”.Agradeceria se me informasse seu e-mail ou para onde posso enviar,pois acredito que a intuição é básica para a solução de conflitos.Atuo como advogado e mediador,e gosto também de escrever poesias,sobretudo letras de música.
    Parabéns,pois por coincidência parece que seu aniversário é amanhã,pelo que li na sua bibliografia.
    Abraços .
    Ademir Buitoni,advogado e Mediador do Fórum João Mendes Jr. em SP.Doutor em D.Econômico pela FDUSP.

  2. domingos disse:

    gostaria dse saber se o senhor e irmao do presidente da o.a.b

  3. Paulo Vinícius Cabral Caetano disse:

    Honra-me saber que Propriá -SE , a terra do meu pai, pôde “exportar” ao Brasil tamanha onisciência jurídica.Sou também, Advogado, poeta, compositor, e admirador de Osho. Espero um dia conhecê-lo e quem sabe, trocarmos hai- kais . Contudo, não me parece digno da minha expectativa de justiça a sua defesa e solidariedade ao ministro Gilmar. Perdão. Mas voce me parece muito melhor dos que àqueles que acompanham o pensamento e a história dele. Paulo Vinícius Cabral(TRT-13 regiao -PB)

  4. Paulo Vinícius Cabral Caetano disse:

    GIL CANTA O MUNDO
    E O MAR BANHA A TERRA
    MINISTRO UM,SINISTRO OUTRO.

    PVBRASILEIRO@HOTMAIL.COM

  5. Pedro Tenorio Ramos disse:

    Boa Noite!
    Sinto-me orgulhoso por ter o senhor como nosso Ministro, somos conterrâneos, seu pai era vizinho e amigo dos meus pais. Não sei se lembrará mas, meu pai era Argesislau Vieira Ramos, e meu irmão era José Vieira Ramos.
    Ontem assistindo o Programa do Jô, lembrei do tempo bom que vivíamos na cidade de Propriá e lembrei muito do seu pai o Dr. Britinho.
    É bom relembrar…
    Deixo aqui meu apreço.
    Tenha uma boa semana.
    Atenciosamente.
    Pedro Tenório Ramos
    Mogi das Cruzes-São Paulo 11/05/2009

  6. Pedro Tenorio Ramos disse:

    Sr. Carlos Ayres Brito
    Volto para retificar o que escrevi anteriormente, pois a entrevista foi dada ao Sr. Kennedy Alencar, da Rede Tv.
    Me desculpe o confusão.
    Boa NoiTE.
    Atenciosamente.
    Pedro Tenório Ramos

  7. Paulo Sergio Rocha Pereira disse:

    Digníssimo Senhor
    “eu” não sou nada e não tenho diploma importante algum mas fico muito feliz em poder, pelo menos, ver a tua imagem na tv, a proferir sábias palavras que me remetem à moralidade, ética e justiça.
    Me impressiona muito tamanha sapiência, oriunda de imenso celeiro cultural, sendo externada com tanta humildade. Permita-me dizer que o Senhor é um exemplo e desejo que tenhas vida muito longa e com muita saúde, para que possas continuar ministrando também sobre ensinamentos do bem-viver.
    É realmente emocionante; e sentir-me-ei mais honrado ainda, se algum, dia me for permitido conhecê-lo pessoalmente e apertar a tua mão.
    Atenciosamente
    Paulo Sergio R. Pereira

  8. Carlos Aires disse:

    De um simples e seme analfabeto cordelista pernambucano para um grande jurirta poeta e intelectual sergipano. Temos três coisas em comum:Nossos nomes,ambos somos nordestinos e amantes da poesia.

    Cordial abraço,Carlos Aires

  9. LUIZA FERRAIOLO disse:

    esse senhor durante os piores momentos de minha vida…
    me senti acolhida pela vida…assistindo sua elegante maneira de analisar…cada caso da vida de cada um,que precisou ir á justiça..
    e essa esperança em pensar que alguem no topo desse pais…comungava com a verdade humana,,,e a lei era transformada em dignidade, segurança chegando na essência da verdade….,
    esse homem foi por tanto tempo o espelho do que tenho como bons princípios…
    até o dia em que ele e toda nossa corte de “supremos” negam que o presidente de nosso pais… estava usando e continua…falando aos quatro cantos do pais (é gritante)
    tentando eleger com campanha eleitoreira..
    sua sucessora…
    desse dia em diante…resolvi acreditar mesmo só em DEUS,,,
    esses nossos semi deuses…cá pra nos… que vexame…

  10. Adalberto Falcone disse:

    Carlos Brito, acompanho sua trajetória e fico muito feliz de ter tido o privilégio de conviver com você e sua família.Bons tempos aqueles do Palazzo Fiorentino. Atualmente moro em Astolfo Dutra,MG e se possível gostaria de um contato mais direto.
    Parabéns pelo seu trabalho, precisamos de homens como o Sr.
    Abraços
    Falcone

  11. Rômulo Lima da Silva disse:

    Carlos Britto, tenho uma enorme admiração pelo trabalho que vem desenvolvendo ao longo desses anos, e fico mais feliz ainda em saber que somos conterrâneos, pois sou neto de Dona Rosa e sobrinho da sua afilhada Rinalda, ambas foram suas vizinhas, quando o inlustre residia na Rua Serapião de Aguiar – Propriá/SE. Abraços.

  12. joao carlos da silva disse:

    Parabens ao sr.por fazer valer a lei da ficha limpa aprovada no congresso.O eleitor brasileiro,esta esta precisando de homens,assim que cumpram a lei aprovada.

  13. Jaime Alves disse:

    Exmº Sr. Min. Fui colabordor netas eleições e pude acompanhar na seção onde exerci função, uma VITÓRIA do STE. Dos eleitores que compareceram 370/446, aproximadamente 340 apresentaram 02 documentos, ou seja identidade e o título eleitoral. Fiz a pesquisa por achar que o STF errou em julgar de último momento a necessidade apregoada de 02 doc., coisa que já vinha sendo matéria desde 2009. Por tanto o que parecia que o STE havia perdido, na minha seção saiu VITORIOSO. Parabéns Sr. Ministro.
    Jaime Alves

  14. Cristiane Marques de Oliveira disse:

    Exmº Sr. Carlos Ayres de Brito tive a honra de conhece-lo pessoalmente em uma visita a Brasilia.
    Quero que saiba que sou mais uma brasileira admiradora do seu trabalho.
    Um forte abraço

  15. Luciano Wagner Firme disse:

    Caro Ministro,
    Não sei se esse comentário chegará ao senhor.
    Mesmo assim, gostaria de registrar que seus votos me inspiram, tanto quanto a sua poesia.
    Aliás Ministro, dessa doce miscelânea de palavras, em que se mistura o direito e a literatura, faz-se acender a alma, elevar o espírito e emocionar o operador do direito de boa índole.
    Meus Parabéns.
    Luciano Wagner Firme

  16. Carlos Eduardo Flores disse:

    A propósito: alguém sabe informar até quando o Recurso Extraordinário n. 305416, distribuído no STF em 08/05/2001, ficará no gabinete no Ministro Carlos Britto a espera de um deslinde.

  17. Mesquita disse:

    Esperimente fazer a consulta diretamente no site do STF.

  18. Tudo mau ou bem – Lizaldo Vieira
    Ta tudo muito bem
    Pra alguns
    Tudo muito legal
    Pros mesmos
    Tá tudo muito mau
    Para o que a blebe deseja
    Ta tudo aí
    No jornal do dia a dia
    No largo paranoá
    Ate quando
    Nem sabemos
    Será quando o circo pegar fogo
    O palhaço quebrar a perna
    O graveto derrubar a panela
    A raposa comer a ultima galinha
    Ou quando Brás
    Enfim
    For tesoureiro
    Depois de tanto comercial
    Arre diacho
    Viva a agonia de mãe Rita
    Em luta pro cristão
    Vir ao mundo dos pecados

    Ao melhor ministros que a terra tobiense brotou
    Com abraço do seu conterraneo – de Capela – Sergipe
    Lizaldo Vieira – Poeta e ambientalis

    Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=192083#ixzz1RoXMqm8V
    Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

  19. Jackson Hora disse:

    Prezado amigo, Prof. Ministro Carlos Brito,
    Parabéns!!!! Pela pela condução de V. Excia. à presidência do STF. O senhor desde professor da UFS – Universidade Federal de Sergipe, sempre mostrou a sua competência como professor e jurista em nosso Estado de Sergipe. Ao amigo que sempre foi também do meu pai, José Abílio de Aguiar Hora(in memoriam), acredito que Abílio está muito feliz e honrado com essa nomeação.
    Professor, que Deus lhe ilumine sempre…
    Um grande abraço,
    Jackson Hora – Mestre de Cerimônias
    Universidade Federal de Sergipe

  20. Fátima Baracho Macaroun disse:

    Excelentíssimo Ministro Carlos Ayres,

    Além de parabenizá-lo por passar a presidir, honrosamente, nossa mais alta Corte, gostaria de lembrar um pequeno trecho que inspira não só o seu autor – Vossa Excelência – como muitos outros brasileiros:

    “Não tenho metas
    Ou objetivos a alcançar
    Tenho princípios
    E na companhia deles
    Nem me pergunto
    Aonde vou chegar”.

    E Vossa Excelência chegou, por bravura e merecimento.

    Com todo o meu respeito e admiração,

    Fátima Baracho Macaroun
    Advogada e Professora.

  21. Lizaldo Vieira dos Santos
    – Aracaju – Sergipe – Brasil

    .
    Ao Presidente do STF
    Carlos Ayres Britto

    Nobre ministro e conterrâneo, Carlos Ayres Britto – Sou Lizalldo Vieira, autor de diversos textos de poesia, inclusive com publicações no site Luso Poemas. Gostaria muiti de realizar um grande sonho meu que é a publicação de um livro. Para tanto, gostaria de contar com a sua calaboração na apresentação do livro. Abraços de um Sergipano que muito se orgulha da sua história pública e literária.
    . Lizaldo Vieira – Aracaju Sergipe Brasil – email – mop******@yahoo.com.br e – Celular – 79-88********

  22. luiz carlos da silva disse:

    Senhor ministro Carlos britto,
    Em mil novecentos e oitenta e sete,eu fui trabalhar na prefeitura municipal de Aracaju,com fiscal de coleta a noite,na quela ocasião o prefeito cassado Jackson barreto de lima tinha colocado mais de 500 trabalhadores em vários setores da prefeitura,agente recebia nosso salario em um envelope amarelo,com cerca de cincos salario minimo da época,eu recebia menos de dois no comercio, fui trabalhar menos e ganhar mais,como os ouros colegas.
    Em 13 de novembro de mil novecentos e noventa e oito,(1998) tivemos uma triste surpresa,o prefeito JOÃO GAMA ,juntamente com o seu pupilo Jackson Barreto, nos botou no olho da rua,deixando os deles no local,na ocasião agente tínhamos um sindicato que nos representávamos,SEAME,que tinha o advogado CESAR BRITTO,como assessor jurídico do sindicato,tivemos varias audiências e tivemos o processo indeferido pela justiça, mais pra nossa surpresa,nem os nossos descontos de fundos de garantias e os descontos para o INSS, foram depositados, estava contando con esse tempo para mim aposentar e agora?gostaria de quando o amigo,tiver um tempinho para gente,de que forma, poderemos agir e que o senhor nos orienta, será que tem solução?mais eu acredito na justiça do meu país,que pode ser cega,mais tem uma ampla visão contra as injustiças,e principalmente em seu trabalho a frente do STF,que para nôs é grande orgulho de vermos na historia desse país um sergipano ribeirinho presidindo a corte máxima da justiça nacional brasileira.que DEUS ilumine seus caminhos sempre por onde andares nesse mundo.

  23. luiz carlos da silva disse:

    Senhor ministro Carlos britto,
    Em mil novecentos e oitenta e sete,eu fui trabalhar na prefeitura municipal de Aracaju,com fiscal de coleta a noite,na quela ocasião o prefeito cassado Jackson barreto de lima tinha colocado mais de 500 trabalhadores em vários setores da prefeitura,agente recebia nosso salario em um envelope amarelo,com cerca de cincos salario minimo da época,eu recebia menos de dois no comercio, fui trabalhar menos e ganhar mais,como os ouros colegas.
    Em 13 de novembro de mil novecentos e noventa e oito,(1998) tivemos uma triste surpresa,o prefeito JOÃO GAMA ,juntamente com o seu pupilo Jackson Barreto, nos botou no olho da rua,deixando os deles no local,na ocasião agente tínhamos um sindicato que nos representávamos,SEAME,que tinha o advogado CESAR BRITTO,como assessor jurídico do sindicato,tivemos varias audiências e tivemos o processo indeferido pela justiça, mais pra nossa surpresa,nem os nossos descontos de fundos de garantias e os descontos para o INSS, foram depositados, estávamos contando com esses tempos para nos aposentarmos e agora?gostaria de quando o amigo,tiver um tempinho para gente,de que forma, poderemos agir e que o senhor nos orienta, será que tem solução?mais eu acredito na justiça do meu país,que pode ser cega,mais tem uma ampla visão contra as injustiças,e principalmente em seu trabalho a frente do STF,que para nôs é grande orgulho de vermos na historia desse país um sergipano presidindo a corte máxima da justiça.que DEUS ilumine seus caminhos sempre.

  24. FRANCISCO JOSE PINTO DE BARROS disse:

    para gabcarlosbritto
    ENCAMINHADO EM O3 11 2012 # RETRANSMITINDO #
    Exmo. Ministro Presidente do Supremo Tribunal Federal
    Ministro Carlos Ayres Britto.
    Senhor Ministro

    Com a saída de V. Exª do ministério prevista para os próximos dias, motivada por vossa merecida aposentadoria , permita-nos a oportunidade para encaminhar nosso mais profundo respeito e admiração por vossa brilhante atuação nessa honrada missão assim como, sua demonstração de elevado espirito público, na procura de sempre colocar os princípios acima da personalidade.

    Temos acompanhado durante muito tempo,pela imprensa e principalmente pela TV Senado , a vossa atuação e ,com grande estimulo, vosso desempenho nos julgamentos ,tornando-se para todos nós exemplos de honradez e justiça , onde V. Exª soube muito bem demonstrar que os braços firmes da justiça podem também serem suaves e sensíveis ,em uma demonstração incontestável da harmonia entre a espiritualidade ,justiça e poesia.

    .Receba nossa respeitosa e carinhosa admiração e o nosso humilde, mas elevado sentimento de gratidão por vossa atuação.alem de justa , responsável , corajosa e humanitária ,maneira como tem sempre tratado os assuntos dos aposentados e pensionistas do AERUS : VARIG E TRANSBRASIL , em especial o vosso tão valoroso e inesquecível voto favorável dado ao S L 127, no ano de 2010 ,quando o mesmo foi levada ao Plenário do Supremo Tribunal Federal.

    Digníssimo Ministro , nos colocamos em suas mãos nossa fé e nossa esperança na justiça brasileira, representada nesse ato por V.Exª , tenha a certeza que vossa atuação representará não só o minimo de dignidade , como a própria sobrevivência de milhares de ex funcionários da VARIG e TRANSBRASIL , participantes do AERUS e suas sofridas famílias que clamam, desesperadamente por um pouco de sensibilidade pública e justiça.

    Esteja certo Senhor Ministro, que nos cumprimos fielmente com as nossas responsabilidades de funcionários ,aposentados e pensionistas, não permita que continuemos ser tão covarde e cruelmente penalizados por aquilo, quer por ação ou omissão , não produzimos causa.

    Nesse momento tão especial que V.Exª vai usufruir de sua merecida aposentadoria ,estão em vossas honrosas mãos o grande privilégio de encerrar, com gloria , essa etapa de vida , com a certeza do dever cumprido , mantendo a sua justa e correta posição que V.Exª soube honrar nos julgamentos anteriores, e assim nos devolvendo a vida e a esperanças perdidas nessa luta covarde e traiçoeira que nos levaram muito o gosto pela vida , nosso amor próprio e a nossa própria dignidade.Assim como disse o honrado jurista e poeta :

    “Aquele que passa fome,fica tão prisioneiro que não sobra liberdade pra mais nada” ,

    Permita-nos o digníssimo poeta ,a irreverência de acrescentar :

    “Apenas a liberdade de ser infeliz.”.

    Assim sendo,como V. Exª pode constatar , tornou-se para nos de vital importância o retorno da vigência da Antecipação de Tutela , concedida pelo Exmo. Juiz Jamil Rosa de Jesus Oliveira ,como de direito,que ao nosso ver,foi injusta e cruelmente retirada pelo Exª. Desembargador Moreira Alves , para que possamos ter garantido ,pelo menos,a regularidade de nosso pagamento, e portanto , apenas o pão nosso de cada dia.

    Desejamos que a vossa nova etapa de vida seja de sossego e harmonia,que a paz a luz e a serenidade esteja sempre presente em vosso lar ,como também , a certeza da consciência plena ,tranquila do dever cumprido e da justiça feita. Bendito seja aquele que tem em suas mãos o privilegio e a gloria ,de aplicando a justiça, levar de volta a felicidade usurpada de milhares de famílias !

    Esteja certo V. Exª que essa tão valorosa decisão entrará em milhares de lares brasileiros, como a mais bela e almejada mensagem de Natal e de esperança no Ano Novo que se aproxima,sendo esse o maior exemplo de fraternidade que certamente ecoará mais alto calando mais fundo em cada coração essa demonstração de respeito , justiça , amor ao próximo e cidadania.

    Essa foi a essência da mensagem do Criado e há de ser a nossa também :

    - levar o balsamo a dor daquele que sofre uma iniquidade

    - enxugar a lágrima daquele chora clamando por justiça

    - colocar um sorriso nos lábios de muitas crianças: filhos ,netos e bisnetos, carentes e tristes

    - dignificar os idosos que chegaram ao ocaso da vida e estão só, e humilhados.

    Assim sendo,rogamos a V. Exª , mais uma vez , a vossa inestimável atuação, assim como agradecemos antecipadamente a sua decisão favorável ,decorrente de vossa autoridade moral e tão representativa para todos ,em nome sociedade em geral ,de milhares de aposentados e pensionista e seus familiares e , em meu próprio nome.

    Francisco José Pinto de Barros
    Aeroviário aposentado da VARIG
    Pensionista do AERUS
    Rio de Janeir

  25. Aline Cristina disse:

    Excelentissímo Ministro, no dia de hoje, assisto a sua despedida da presidência do STF, em seus olhos pude ver a paixão e o amor empregados em seu trabalho e a saudade que, ficará amenizada com a sensação de dever cumprido. Fico feliz em tê-la como exemplo, pois, assim como o senhor sai de um local simples, estudei, cursei a faculdade toda com bolsa do Prouni, passei em meu primeiro exame de ordem, e fui a primeira pessoa da familia a ter 3º grau e quero ir mais longe. Acredito que o senhor superou tantas coisas e chegou até o mais alto degrau da Justiça, que é o da proteção da constituição, lei esta que pode nos proporcionar tudo o que quisermos, pode nos dar civilidade, ética e princípios morais a fim de seguir o caminho divino e não se desviar dele. Desejo que ao senhor uma ótima vida e saiba que tenho orgulho de ti, que nos faz sentirmos vivos, atentos e honrados, diante de sua humilde sabedoria.

  26. PAULO SOSTENES MENEZES DE OLIVEIRA MELO disse:

    Exmo Ministro Carlos Ayres Brito, não sei se vai dar tempo de me responder pois dia 18 deixara a Presidencia do STF, mais aqui ficará gravado este meu apelo por justiça. Prezado Ministro , penso ser do seu conhecimento o drama em que estamos passando há mais de 6 anos concernente ao fundo de Pensão AERUS que desde 2006 sofreu intervenção do Governo Federal e até hoje estamos aguardando uma solução para estre drama. O Dignissímo Dr. Jamil de Jesus da 14 Vara de Brasilia já decretou que a UNIÃO será responsável pela Tutela do AERUS e para nossa surpresa a AGU não vem cumprindo a determinação judicial. e Caro Ministro com esses descumprimento por parte da AGU (GOVERNO), temos passado as mais dolorosas , vergonhosas, cruéis, e porque não dizer desumanas atrocidades cometidas a um ser humano. Poia a pior coisa que pode acontecer a um ser humano é ele perder a diginidade e viver de esmolas, caridade de amigos, passando as piores necessidades básicas de sobrevivência, Estamos passando por tudo isto e sem dizer que mais de 700 companheiros nossos aposentados do AERUS já faleceram outros até se suiscidaram por perderem o sentido da vida e a coisa mais preciosa de tudo é a vida. Caro Ministro como diz o Senhor “Aquele que passa fome fica prisioneiro da sua fome que não lhes resta liberdade para mais nada” e é isso o que está acontecendo conosco pois tem aposentado que não tem dinheiro para comprar comida, remédio pois estão recebendo apenas 9% de sua aposentadoria . Ministro eu por exemplo comecei a trabalhar na VARIG aos 14 anos , um adoslecente sem ter direito a viver a sua adoslecencia, tudo para ajudar meus pais a criar 12 irmãos nos anos 50 , onde npassamos fome, frio, tudo era difícil , tinha dia que só tinha café com farinha era tudo durante o dia todo., vi muitas e muitas vezes meus pais chorarem de agonia vendo o sofrimento dos filhos e hoje Caro Ministro século 21 , muitos de nós estamos vivendo as mesmas coisas , isto é uma vergonha. Trabalhei quase 40 anos na VARIG e estou aposentado pelo AERUS, sem plano de saude, sem beneficios nenhum a não ser viver com a metade do meu salário despois de ter contribuido mais de 20 anos pelo AERUS. A VARIG acabou o AERUS está se acabando e o Governo sabendo de tudo isso pois ele era o fiscalizador do nosso fundo permitiu durante tantos anos que o nosso fundo fosse indo a falencia. Ministro peço que antes de que o Exmo se aposente do STF, interceda por nós , não deixe que mais de 60 mil vidas venha a sumcumbir por falta de mosericórdia do Governo Federal que teima em nos pagar. Eu suplico ao Exmo Ministro por mim e pelos meus companheiros que demos a vida para levar a bandeiras da VARIG e do Brasil aos 5 continentes deste mundo. Peço a DEUS LHES CONCEDA SAUDE , PAZ E TANTAS OUTRAS COISAS NA SUA NOVA VIDA DAQUI PRA FRENTE. uM FORTE ABRAÇO . torcendo para que apareça outros ilustres homens da justiça como foi o Exmo Ministro. Desculpe o desabafo mais tenho tanta coisa pra falar mais chega.. Desisteir nunca, parar jamais pra frente sempre.

  27. Márcio M.Cardoso disse:

    Exmo Ministro Carlos Ayres Brito, gostaria de cumprimentá-lo por todo o serviço prestado ao Brasil. Não sou advogado ou jurista. Mas minhas felicitações, e gostaria de poder entrar em contato via e-mail. Moro na cidade de São Paulo, tenho 48 anos, pai de familia.

  28. Genivaldo Catão TORQUATO disse:

    Exmo Sr Ministro Carlos ayres Britto. Bom dia e que Deus o abençoe e a todos os que os senhor abriga em seu corção.
    Estive, há mais de um mê s, no SFT, onde deixei uma livro de poesiasa de minha autoria: “ESPELO D’ALMA”.
    Ser-lhei-ei grato se de alguam forma tiver a confirmação de que ele chegou às suas mãos.
    Tenho 82 anos (83 em 01/12/212) e saber isso far-me-á ficar tranquilo.
    Atenciosamente
    Torquato – (61) 3340-******

  29. Genivaldo Catão Torquato disse:

    Exmo. Sr Ministro e Poeta Carlos Ayres Britto. Boa tarde!
    Nutro por V. Ecia uma admiração somente comparável a de um pai por um filho. (tenho 83 anos completos e sou pai de 4 lindas criaturas – dois homens e dua smulheres) Antes de v. Ecia.se aposentar -sestive no STF e deixei com uma atendente o meu livro (Um sonhode um aprendiz de poeta, de 65 anos atrás quando rabisquei minha primeira poesia.
    Gostari apenas de ter a confirmação do reecebimento por V. Exia. Para tal desiderato deixo registrado meu celular de Brasília onde resido há 8 anos; após haver servido à Patria por mais de 38 anos. Sou Cel Ref. do EB, ao qual devo não só a formação militar, intelectual e, sobretudo, ética.
    Atenciosamente,
    Torquato
    8401-4494,

  30. Genivaldo Catão Torquato disse:

    Exmo. Sr Ministro e Poeta Carlos Ayres Britto. Boa tarde!
    Nutro por V. Ecia uma admiração somente comparável a de um pai por um filho. (tenho 83 anos completos e sou pai de 4 lindas criaturas – dois homens e dua smulheres) Antes de v. Ecia.se aposentar -sestive no STF e deixei com uma atendente o meu livro (Um sonhode um aprendiz de poeta, de 65 anos atrás quando rabisquei minha primeira poesia.
    Gostari apenas de ter a confirmação do reecebimento por V. Exia. Para tal desiderato deixo registrado meu celular de Brasília onde resido há 8 anos; após haver servido à Patria por mais de 38 anos. Sou Cel Ref. do EB, ao qual devo não só a formação militar, intelectual e, sobretudo, ética.
    Atenciosamente,
    Torquato
    8401-4494,

  31. Tânia Acioly disse:

    Bom dia Excia., sou uma pessoa comum do povo brasileiro e como tal, estou acompanhando de perto todas essas manifestações do povo brasileiro, tão sofrido e enganado. Recebi uma informação que veio para mim de um parente que vive na Suiça e não sei como tratar pois além de não ser advogada, não entendo claramente nossa legislação. Gostaria de solicitar a sua ajuda no sentido de esclarecer-me o teor dessa lei “LEI Nº 12.830, DE 20 DE JUNHO DE 2013″ que “Dispõe sobre a investigação criminal conduzida pelo delegado de polícia”. A informação que recebi fala que esta lei se antecipa à PEC 37 que foi vetada pelo Congresso e que veio para privilegiar os políticos corruptos desse pais. Sei que o Sr. é um homem extremamente ocupado e na verdade nem sei se vou conseguir esse esclarecimento de sua parte. Porém quero antecipadamente agradecer a atenção que for dispensada ao meu pedido.
    Atenciosamente,

    Tânia Maria Acioly Vellozo

  32. anelise disse:

    O GIGANTE QUE ACORDOU
    Anelise Rolim Finkler – Psicóloga
    O GIGANTE acordou e ainda não reconheceu que seu pai é a Cigarra e sua mãe é a Formiga!
    Assim como na fabula da Cigarra e a formiga, o GIGANTE pensa que ser brasileiro é levar vantagem em tudo assim como a Cigarra seu pai, mas agora a Formiga O acordou e mandou se manifestar, pois deste jeito ela não aguenta mais, mostrou pro GIGANTE que mesmo pequenininha ela consegue resolver todos os problemas e carregar muitas coisas cinco vezes maior que ela, por isso que sendo filho dela ele é um GIGANTE, pelo tamanho é igual a ela.
    Explicou que o tempo que ficou dormindo foi por causa do seu pai a Cigarra, que só sabe cantar canções de ninar e fazer carinho pra ele adormecer. A Formiga disse pro seu filho GIGANTE que ele cresceu e já pode escolher como vai viver, que agora ela cansou, está fraca e não vai dar mais para manter a casa sozinha.
    A Formiga mandou o filho GIGANTE se manifestar e decidir se quer ser GIGANTE de verdade. Explicou como seu pai a Cigarra só sabia viver pulando e cantando, ela se apaixonou e aceitou ser escrava feliz enquanto ela trabalhava, pois assim seu pai ficava cuidando pra ele dormir e crescer, explicou que até foi um bom pai enquanto ela tinha forças para manter a casa sozinha, mas agora ele já é um GIGANTE e tem que viver do seu trabalho e capacidades.
    O GIGANTE foi falar com seu pai a Cigarra que explicou ao filho como gostou de cuidar dele cantando e o fazendo dormir, que não sabe mais fazer outra coisa, que precisa muito da sua mãe e convenceu seu filho que a mãe Formiga não sabe fazer nada sozinha, que sem ele não vai ter segurança e estabilidade, que ele entende o que o filho quer e vai fazer a parte dele. Vai ensiná-lo a cantar e carregar as coisas pra sua mãe, assim todos vão viver felizes para sempre.
    O GIGANTE agora está se manifestando, aprendeu a cantar a música QUERO UM PROGRAMA GARANTINDO ESTABILIDADE para poder carregar sua mãe que só sabe trabalhar. A Formiga percebeu que o GIGANTE ainda vai ter que crescer mais para entender que ele pode ser diferente do seu pai e da sua mãe, mas como uma boa mãe ela sabe que um dia ele vai tornar-se um GIGANTE de verdade, que luta pelos GIGANTES, defende as formiguinhas e apoia as cigarras, sem violência e sem partidos, apenas com inteligência, ética e sabedoria.

  33. Clailton Kitter Ferreira disse:

    Olá.Excelentíssimo Senhor Ayres Britto
    Exponho o que estou sofrendo por 10 (dez) anos perseguição da instituição mais bandida do Brasil: Abin. Não confio no MP, OAB etc. Só, somente em órgãos internacionais. Contenho praticamente um livro de suposto crimes e possivelmente crimes consumados de fato. Por favor, defenda a Constituição e sobretudo os direitos fundamentais do cidadão brasileiro.
    Atenção: Repasse para jurista a denúncia que escrevo: Por 10 (dez) anos que a Abin – instituição de caráter nazifascista – me persegue. Os tais – é o que indica – expuseram minha intimidade para terceiros – eu, com 30 (trinta) anos, praticando Artes Marciais, considerando-me. Em decorrência do fato, ameacei à segurança pública justamente por no calor das emoções. Desde o momento fatídico, que falam para os clientes que o que entregarei possivelmente contém artefato explosivo. Tanto que quando entrego encomendas umas começam a tremer consideram verdadeiro o terrorismo imposto pelos delinquentes – como a escritora Marta Medeiros os chamou escrevendo na coluna Zero Hora. Bandidões!! No tempo referido, cometeram vários crimes, como, sequestro qualificado (Art. 148). Se passaram por um amigo meu em Porto Alegre, RS, Lucas, e colocaram minha ex-esposa e filhos (minha filha de 4 quatro anos) num veículo e largaram-nos num lugar a esmo. O objetivo era que sofressem homicídio e violência em geral. Claro, incitam meu furor contra os tais e as pessoas que se associam e as pessoas contra minha pessoas. São uma verdadeira montanha de excremento!
    Denunciem para o órgãos do Exterior, pois já senti que, sobretudo no RS, estão fechando os olhos para tamanho Abuso de Autoridade.
    Obrigado.
    Clailton

2 Pings/Trackbacks para "Carlos Ayres Britto – Jurista e Poeta"
  1. [...] contidas na matéria do repórter Alexandre Rodrigues, O Estado de São Paulo de 27/07, o ministro Carlos Aires de Brito, presidente do Tribunal Superior Eleitoral considera um retrocesso o projeto de lei aprovado pela [...]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>